O TESOURO DIRETO DA APOSENTADORIA (RENDA+)

O Tesouro Direto lançou o Tesouro Renda+ para ajudar os investidores a planejar sua aposentadoria.

Este título tem uma correção pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e oferece pagamentos mensais iguais, também corrigidos pelo IPCA, por 20 anos (ou 240 meses). A intenção é tornar mais fácil para os investidores juntar dinheiro para usar no futuro como complemento de renda na aposentadoria e receber essa quantia em parcelas mensais.

Como funciona o Tesouro Renda+?

O Tesouro Renda+ é um investimento que permite que o investidor escolha uma data de aposentadoria e receba um “salário” complementar por 20 anos. A quantidade de dinheiro recebida dependerá da quantidade de títulos comprados até a data de conversão (quando os pagamentos mensais começam). Quanto mais títulos forem comprados, maior será o valor mensal recebido.

A taxa de juros real (acima da inflação) será determinada pelos agentes de mercado, assim como acontece com outros títulos prefixados do Tesouro, e tende a seguir as taxas de outros títulos corrigidos pelo IPCA.

Quanto maior a taxa de juros e o prazo, menor o valor de cada título e maior o valor mensal recebido no futuro. O valor do título é atualizado mensalmente e serve como referência para outros títulos do Tesouro Direto atrelados ao IPCA. Ao investir no Tesouro Renda+, o investidor pode informar sua idade atual e renda futura para que um programa calcule quantos títulos precisam ser comprados até a data de conversão.

Você estará comprando títulos que rendem IPCA+ (taxa), comprando mensalmente, até sua aposentadoria, e na data estabelecida para a aposentadoria você recebe o valor mensal (de acordo com a quantidade de títulos) por 20 anos após a aposentadoria.

Um exemplo: O título Renda+ promete o rendimento de IPCA + 6% ao ano. O Tesouro Renda+ 2030 teria valor de mercado de aproximadamente R$ 1,5 mil.

Portanto, para ter uma renda mensal de R$ 1 mil corrigida pela inflação por 20 anos a partir de 15 de janeiro de 2030 até 15 de dezembro de 2049 o investidor teria que desembolsar R$ 90 mil na compra dos títulos a preços de hoje, mas é possível ir comprando aos poucos ao invés de comprar tudo de uma vez!

Existem taxas que eu vou pagar nesse programa?

O Tesouro Renda+ cobra uma taxa de custódia para quem recebe mais de 6 salários mínimos mensais no futuro. Essa taxa é de 0,10% ao ano sobre o valor excedente. No entanto, se o investidor vender o título antes do prazo, a taxa de custódia será maior e diminuirá conforme o tempo investido. Por exemplo, se o título ficou investido por 10 anos e é vendido nesse período, a taxa de custódia será de 0,50% ao ano sobre o valor de resgate. Se o título ficar investido entre 10 e 20 anos, a taxa será de 0,20% ao ano, e se ficar investido por mais de 20 anos, a taxa será de 0,10%.

Esse é um título feito mesmo para a aposentadoria, garantir que você pague a menor taxa no futuro e receba o maior valor mensal!

Lembrando que esses títulos tem também imposto de renda, é cobrado, na tabela regressiva, 15% de imposto de renda no rendimento dos títulos comprados por 2 anos ou mais!

De acordo com o Tesouro Nacional, as negociações começam no dia 30 de janeiro. Serão oito opções de datas de conversão. Elas começarão no dia 15 de janeiro de 2030 e irão aumentando de cinco em cinco anos até 2065.

Então se planeje para começar a juntar para sua aposentadoria, todo mês um pouco te garante 20 anos de rendimento mensal, corrigidos pela inflação e garantia do governo!

Similar Posts